Lendas de Yule

Oi, Freaks!

O Yule (leia mais aqui) está chegando, por isso, resolvemos trazer algumas lendas para vocês! Os contos são do folclore islandês, mas influenciaram e foram influenciados por outras culturas ao longo dos anos. Espero que gostem!!!

Grýla

Vocês lembram que no especial de Natal de “O Sombrio Mundo de Sabrina” uma bruxa que se alimentava de crianças? Essa é a Grýla que iremos falar.

Sua lenda vem do folclore islandês. Ela é retratada como uma troll gigante e assustador, com dimensões realmente monstruosas, que desce das montanhas onde vive na época do Yule e vai à procura de crianças desobedientes para se alimentar delas. As histórias dizem que ela caça as crianças que se comportaram mal, as leva para sua caverna e as prepara de sua forma predileta: cozinhando-os em um ensopado.

Segundo o folclore, atualmente ela vive com seu marido Leppalúði, seus filhos e seu gato Jólaköttur em uma caverna. O mais legal é que há em uma parte da Islândia, uma estátua de Grýla ao lado de um caldeirão onde os turistas podem tirar foto.

A lenda é contada em muitas canções, poemas e peças na Islândia. Grýla só foi associada ao Natal no século XVII, nesse período ela virou mãe dos Rapazes de Yule, que nos tempos modernos se tornaram a versão islandesa do Papai Noel, e é deles que falaremos a seguir.

Os Rapazes de Yule (Jólasveinar)

Você já pensou se tivesse mais de um Papai Noel? Pois bem, diferente da maioria das culturas de outros países, a Islândia tem treze Papais Noéis. São conhecidos pelo nome de Jólasveinar – que significa rapazes de Yule ou meninos de Natal. Os treze rapazes fazem parte do folclore de Natal islandês e cada um é dedicado a uma travessura específica.

Seus nomes são: Stekkjarstaur ou “Gimpy”, Giljagaur ou Gully Gawk, Stúfur ou Stubby, Þvörusleikir ou Spoon-Licker; Pottaskefill, Askasleikir; Hurðaskellir, Skyrgámur, Bjúgnakrækir ou Sausage-Swiper, Gluggagægir ou Window-Peeper, Gáttaþefur, Ketkrókur e Kertasníkir.

Segundo as lendas, eles são trolls que vivem nas montanhas com seus pais – que se chamam Grýla (mãe) e Leppalúði (pai) – e que no período natalino vão para a cidade. Geralmente os treze rapazes de Yule são retratados com trajes “tradicionais” de camponeses, lã e peles de carneiro, outra vezes usam roupas de Papai Noel.

Tradicionalmente, os rapazes tinham comportamentos maliciosos fazendo jus a fama dos trolls e seus nomes exemplificam isso, como por exemplo: Spoon-Licker (Lambedor de Colher, em livre tradução), que rouba colheres sujas com restos de comida para lamber. No século 17, a lenda sobre os rapazes de Yule apareceram pela primeira vez, mas foi apenas no século 20 que a tradição sofreu modificações e eles passaram a dar presentes.

Eles se revezam para visitar as casas nas 13 noites que antecedem a véspera de Natal. O primeiro a descer a montanha é Stekkjarstaur, ele volta somente na véspera de Natal. O último a ir para a cidade é Kertasníkir, que só volta para a montanha somente dia 6 de janeiro, esse passa a ser o dia em que as decorações de Natal são retiradas.

Na tradição que se estende até os dias atuais as crianças islandesas penduram sapatinhos natalinos na janela todas as noites e todas as noites um dos rapazes faz uma visita deixando um presente (doces e guloseimas) para os que se comportaram bem no dia ou um castigo (uma batata estragada) para os que se comportaram mal.

Gato de Yule (Jólakötturinn ou Jólaköttur)

Outro personagem que faz parte das lendas islandesas é o Gato de Yule, um felino gigante e maligno. Segundo o antigo folclore Islandês, todo islandês deve receber uma roupa nova no Natal. Jólaköttur é conhecido por espreitar os campos durante esta época festiva e devorar aqueles que não ganharam roupas novas até a véspera do Natal.

Com o passar dos anos, o Gato de Yule passou a ser associado a outros contos folclóricos e virou o gato de estimação da giganta Grýla.

Referências:

Site do governo da Islândia: https://bit.ly/325XYp3

Icelandic Mountain Guides: https://bit.ly/3mGEa3k

Arctic Portal: https://bit.ly/3jLih0R

Mente Jearnica: https://bit.ly/2HZcQ0Y

Foto de capa: https://bit.ly/3oVmL9d

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *